Vaza Jato aponta conluio de TRF-4 com Lava Jato para condenar Lula

Vaza Jato aponta conluio de TRF-4 com Lava Jato para condenar Lula

Compartilhe

Conversa vazada mostra que o principal procurador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, disse que os desembargadores do TRF-4 “apenas dependem do que o Moro quer”.

Um dos trechos da Vaza Jato mostra o principal procurador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, mencionando que o procurador Januário Paludo foi conversar com desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

“Na conversa eles manifestaram amplo apoio, inclusive com eventual necessidade da Vara de recursos humanos”. Na conversa, os procuradores chegam a oferecer a juíza Gabriela Hardt para trabalhar com exclusividade no caso.

“Minha conversa foi com o vice-presidente, já que o presidente não estava. Ele externou a posição do trf, de total apoio à LJ, tanto de servidores quanto de juízes”.

Na época, o vice-presidente era o desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, que elogiou uma sentença de Sérgio Moro, antes mesmo de conhecê-la.

Dallagnol disse na conversa que “eles [do TRF-4] apenas dependem do que o Moro quer”. O TRF-4 endossou todas as sentenças de Moro.

*Com informações do 247

 

Compartilhe