Para preservar a aura mística do neoliberalismo, a mídia prefere até que Paulo Guedes caia.

Para preservar a aura mística do neoliberalismo, a mídia prefere até que Paulo Guedes caia.

Compartilhe

O que Guedes não diz, mas salta aos olhos, é que o governo não tem caixa pra bancar o Renda Brasil.

Não tem, porque Guedes é um embuste.

Novidade? Nenhuma!

Ao dar seu faniquito teatral e anunciar o fim do “Renda Brasil”, que era apenas um nome fantasia , Bolsonaro admite que em seu governo não tem espaço para ir além do arrocho.

Ali só tem entrada, saída, neca!

Ortodoxia fiscal, é isso. Fragiliza o próprio chão eleitoral do governo em nome do mercado.

Mas os masoquistas da grande mídia encontraram uma solução.

Guedes cai e preserva a aura mística do neoliberalismo.

Ele saindo, o fracasso fica na conta de Bolsonaro.

O fato é que o Brasil parou, emperrou, não tem norte, não tem guia, não tem nada.

O golpe nos jogou num buraco negro e fomos tragados para o nada.

Só sobrou a barbárie, as reformas, as soluções que trombam de frente com os trabalhadores, com os pobres e com os miseráveis.

O cenário é de terra arrasada. A crueldade social é o preço a se pagar, Guedes recebendo ou não o cartão vermelho.

Guedes já colocou a granada no bolso do inimigo, o povo.

*Carlos Henrique Machado Freitas

 

Compartilhe