EM OUTRAS TERRAS, AÉCIO E TODO O STF, ESTARIAM PRESOS.

“A presidente do STF, Cármen Lúcia, negou um pedido de defesa da defesa do Senador Aécio Neves (PSDB), para que um dos inquéritos contra ele na Corte fosse retirado das mãos do ministro Fachin, e fosse enviado para as mãos do Ministro Gilmar Mendes”.
publicado pela IG, em 10/o8/2o17.


Essa atitude da Presidente do STF, teria sido uma mera coincidência?
Ela teria na realidade, acesso irrestrito a todos os inquéritos enviados Supremo, ou há a existência de atalhos, que permitam que por ela não passem “alguns inquéritos”?

Nesse inquérito, segundo delatores, Aécio teria recebido propina para defender os interesses da Odebrecht, no “projeto madeira”

Uma demonstração terrível de que no Brasil, o acusado ESCOLHE o relator do seu caso.

Leia Também:   Em protesto, Auditores que fiscalizam o trabalho escravo entram greve.

Uma prova óbvia, da proximidade entre Gilmar Mendes e Aécio, que num país onde a justiça não esteja corrompida, isso jamais ocorre, e uma suspeita sólida, de que esse referido juiz, já beneficiou o acusado, em outras oportunidades, em outros crimes.

Aécio Neves, é suspeitíssimo. Talvez um dos políticos mais envolvidos em suspeições de crimes, de vários âmbitos. Crimes com substanciais e contundentes provas, como o último, em que seu primo Fred, é por ele encarregado de transportar 500 mil reais em uma mala, dinheiro esse equivalente a uma parcela,  oriunda de um recebimento de 2 milhões reais, da JBS, em delação de Joesley Batista, um dos donos da empresa.

Leia Também:   TEMER ATENDE RURALISTAS E FACILITA ESCRAVIDÃO

Não existe em verdade, nenhum motivo, para que o povo credibilize a justiça brasileira, por demais envolvida, desgastada e suspeita.

 

 

Josemir Tadeu

Professor de Biologia e Química. Cantor, compositor e escritor. Vencedor de diversos prêmios de música popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 13 =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com