‘Senhor da Guerra ronda o Brasil’, denuncia o PT, sobre visita de Mike Pompeo a Roraima

‘Senhor da Guerra ronda o Brasil’, denuncia o PT, sobre visita de Mike Pompeo a Roraima

Compartilhe

 

Esmael Morais: A presidenta nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, e o secretário Romênio Pereira manifestam profunda preocupação com a visita do chefe de Departamento do Estado dos EUA, Mike Pompeo, à Boa Vista, fronteira com a Venezuela.

“O governo brasileiro, capitaneado por Jair Bolsonaro, demonstra mais uma vez sua submissão aos ditames do governo de Donald Trump”, denunciam os petistas em documento divulgado nesta quarta-feira (16).

A visita de Mike Pompeo, na fronteira com a Venezuela, está prevista para a próxima sexta-feira (18).

“É obviamente uma provocação”, adverte o chanceler Celso Amorim. “Essa é a única explicação para uma visita do Secretário de Estado norte-americano a Boa Vista, a capital que é porta de entrada para o país vizinho”, diz.

Leia a íntegra da nota do PT:

PT repudia visita de Mike Pompeo a Roraima

O Partido dos Trabalhadores (PT) manifesta uma profunda preocupação com a visita do Secretário de Estado dos Estados Unidos da América (EUA), Mike Pompeo, à cidade de Boa Vista, capital de Roraima.

Esta visita, prevista para a próxima sexta-feira, 18 de setembro, tem como objetivo seu encontro com imigrantes venezuelanos no Brasil para expressar seu apoio a esta população que, segundo o governo dos EUA, foge de um suposto regime ilegítimo de Nicolás Maduro.

As alegações contra Maduro são, porém, totalmente infundadas. Não é possível acusar de ilegítimo um governo eleito num processo democrático e legal. Ilegítima é a constante ingerência estadunidense nos assuntos soberanos de outros país.

Causa ainda mais estranheza que esta viagem de Pompeo incluirá também outros países vizinhos da Venezuela, como a Colômbia e a Guiana, além do Suriname, país igualmente próximo.

O governo brasileiro, capitaneado por Jair Bolsonaro, demonstra mais uma vez sua submissão aos ditames do governo de Donald Trump, colocando-se sempre aberto a seguir suas ordens ou receber seus representantes em nosso território, num processo contínuo de afronta a nossa soberania.

O PT não se calará ante mais este ataque a nosso país e seguirá o caminho de sempre em sua defesa, sua total independência nas relações internacionais e a implementação de uma política soberana para toda a América do Sul.

Este é um caminho já trilhado quando ocupamos o governo federal, que se mostrou altamente exitoso não somente para o Brasil, como para seus vizinhos e outras nações em todo o mundo.

Gleisi Hoffmann, Presidenta Nacional do PT

Romênio Pereira, Secretário de Relações Internacionais do PT

Compartilhe