Acordo China e Irã de cooperação militar, infraestrutura, livre comércio e outros.

Acordo China e Irã de cooperação militar, infraestrutura, livre comércio e outros.

Compartilhe

Segundo o professor Jejeune Mirhan, o acordo é um golpe de mestre da China, nos EUA. Para o New York Times, é um golpe para a política anti-Irã, dos EUA. Já o Washington Post, o acordo enfraquecerá a presença americana, no Oriente Médio.

A posição de Xi Jinping é absolutamente inteligente, sem dar um tiro, isolou os EUA, na região e abre caminho para presença predominante dos chineses no centro de produção petrolífera do planeta.

Para além do petróleo, o acordo prevê troca de tecnologias diversas, construção de uma estrada duplicada de alta velocidade, entre os dois países, cooperação militar e espacial e o mais assustados para os americanos, uma zona de livre comércio.

Há consenso entre os analistas, que a região conta com um novo líder político e diplomático, frente aos EUA e Israel, o Irã, que tem vencido lutas locais com métodos, obviamente, não ortodoxos, do ponto de vista militar e político, em relação ao modelo ocidental.

O assunto será abordado hoje (06), em entrevista da jornalista Rosa Sarkis, no canal parceiro do A Postagem, no Conexão França Brasil, entrevistando o especialista em Oriente Médio, Jejeune Mirhan, com a participação do editor Fábio Stênio Rios. Assista abaixo:

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: