Bolsonaro fez com que o risco de morrer por Covid-19, no Brasil, fosse 3x maior que no resto do mundo.

Bolsonaro fez com que o risco de morrer por Covid-19, no Brasil, fosse 3x maior que no resto do mundo.

Compartilhe

Os dado levantados pela BBC News dão a dimensão estarrecedora das “não políticas” do governo Bolsonaro para o combate à Covid-19.

A agência de notícias inglesa realizou um levantamento com 169 países, sobre a pandemia, em especial, sobre os números de mortes nesses países.

Na prática, o risco de um morador do Brasil ter morrido de covid-19 em 2020 foi quase quatro vezes maior do que no resto do mundo, em média.

As conclusões são de um trabalho ainda em andamento do economista Marcos Hecksher, pesquisador do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Há meses o Brasil ocupa o segundo lugar do mundo em número absoluto de mortes por covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, que hoje contabilizam mais de 443 mil óbitos.

Quando a comparação leva em conta o número de mortes por 100 mil habitantes, porém, diversos países europeus, como Bélgica, Reino Unido, Espanha e Itália, passaram à frente do Brasil ainda em 2020. Afinal, têm um número proporcionalmente alto de mortes pelo novo coronavírus em relação ao tamanho de sua população.

Isso continua valendo em 2021. No levantamento mais recente da Universidade Johns Hopkins, o país com mais mortes por 100 mil habitantes é o Reino Unido, seguido pela República Tcheca e a Itália. O Brasil aparece em 12° lugar.

*Com informações da Revista Época

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *