Na tentativa de ficar de pé, Bolsonaro apela para a Globo

Na tentativa de ficar de pé, Bolsonaro apela para a Globo

Compartilhe

Vendo sua popularidade desabar e sentindo o mercado lhe tirar o chão, Bolsonaro apelou para a GloboNews, enviando seu ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, para fazer promessas contraditórias de privatizações e reformas quando não tem pernas sequer para ficar de pé.

O abandono a Bolsonaro pelo mercado ficou evidente com o pedido de demissão de Wilson Ferreira Junior, em pleno domingo.

O homem, que tinha a missão de entregar a Eletrobras temperada a gosto e modo do mercado para ser privatizada, fala em razões pessoais para abandonar a canoa, para piorar ainda mais a imagem do governo Bolsonaro no mundo das “oportunidades”.

Isso significa que nem para a democracia dos poderosos do mercado Bolsonaro está prestando, que fará para a democracia de fato.

Rogério Marinho, em entrevista a Andréia Sadi, mostrou-se um sujeito assustado, expressando o pavor que vive o próprio patrão com sua iminente queda.

Por outro lado, Sadi fez questão de não esconder o sorriso irônico de canto de boca, como quem dizia, o mercado não espera mais nada de Bolsonaro.

*Da redação

 

Compartilhe