Eduardo Cunha finaliza livro em que entrega a trama do golpe em Dilma: ‘Temer foi o grande conspirador’

Eduardo Cunha finaliza livro em que entrega a trama do golpe em Dilma: ‘Temer foi o grande conspirador’

Compartilhe

Coluna Radar, de Robson Bonin, na revista Veja desta sexta-feira (8), afirma que Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara que foi preso pela Lava Jato, finalizou o livro-bomba sobre o golpe de 2016 em que Michel Temer, então vice-presidente, “é pintado como o grande conspirador” do impeachment que pôs fim ao governo Dilma Rousseff.

“Cunha conta em detalhes como o vice de Dilma atuou ativamente para tomar o lugar da petista”, diz o jornalista da Veja.

O livro, com 740 páginas, tem como título “Tchau Querida, o Diário do Impeachment” e está em fase final de revisão textual. Cunha ainda não teria definido por qual editora lançará a obra, mas a Matrix Editora é que a teria negociação mais avançada com o político, que está preso desde 19 de outubro de 2016.

Eduardo Cunha talvez seja a pessoa mais ressentida com Michel Temer nos dias atuais. Ele se ressente porque fez o golpe parlamentar contra a ex-presidente Dilma Rousseff. Cunha fez o trabalho sujo para dar poder a Temer.

E Michel, ao invés de ajudá-lo, permitiu que ele fosse preso e permanecesse na cadeia até hoje.

Isso é tema de um livro que Cunha finalizou. Por isso, seu nome está nos Trending Topics do Twitter.

São mais de três mil menções.

Os internautas estão lembrando do golpe de 2016 e do impeachment fraudulento que o Brasil sofreu.

Veja alguns posts:

*Informações Forum/DCM

 

Compartilhe