Gov. Bolsonaro sugere que o salário mínimo não tenha aumento real, em 2021.

Gov. Bolsonaro sugere que o salário mínimo não tenha aumento real, em 2021.

Compartilhe

Desde que o golpe de 2016 foi executado, nenhum aumento real no salário mínimo foi registrado. É óbvio para quem acompanha minimamente a política nacional que tudo isso ocorreu exatamente para enfraquecer o trabalhador, de modo a criar uma massa de mão-de-obra muito barata, com vistas apenas na exportação.

Como esse é o pensamento tradicional na elite brasileira desde os primórdios de Brasil colônia, não importa se o país vire um pasto, com milhões de miseráveis, o importante para esse grupo é as empresas produzam com baixíssimo custo, de modo a competir no mercado internacional com maior lucro possível. Como os donos das empresas, principalmente fazendeiros do agronegócio, não costumam viver aqui, o que convêm é ter o lucro apenas para gastar fora, por isso, pouco importa o fica no pasto deles, nesse caso, o Brasil.

Bolsonaro é a síntese desse pensamento estúpido, escravocrata e totalmente subserviente aos interesses internacionais, é por isso que toleram um paspalho na presidência e por isso que sua proposta para a o salário mínimo é o quarto ano seguido sem aumento.

O valor proposto é de R$ 1.088, o pior é que os alimentos subiram bem acima da inflação, o que impacta diretamente na inflação dos pobres. Ou seja, o salário será reajustado segundo o índice que conta com gasolina, preço de veículos, calçados e roupas, além dos alimentos e gás. Porém, o pobre sente mesmo e fortemente, o impacto do reajuste dos alimentos básicos, como arroz, feijão, óleo e proteínas. O resto é conversa fiada.

2021 deve ser um ano muito pior que 2020 e poucas pessoas estão realmente atente as isso, em esperanças como vacina e o simples virar do ano.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *