Em dia de ataque Hacker, São Paulo tem paralisia na apuração dos votos e repete eleições de 2006.

Em dia de ataque Hacker, São Paulo tem paralisia na apuração dos votos e repete eleições de 2006.

Compartilhe

No mesmo dia em que um ataque hacker paralisou o documento eletrônico e-Título, que substitui o título de papel, apuração na maior cidade da América Latina, São Paulo, por várias horas.

Enquanto o padrão da apuração é de entrega dos resultados em pouco mais de um hora, São Paulo tem 0,39% das urnas apuradas.

A capital paulista repete o caso de paralisia superior a duas horas, ocorrida nas eleições de 2006, quando o ex-presidente Lula foi reeleito, imponto o vexame de ter menos votos no segundo turno, que no primeiro, ao candidato tucano, Geraldo Alckmin.

Já o ataque apurado pelo TSE teve origem estrangeira e  pode ter causado danos ainda não conhecidos. Os problemas na capital paulista ampliam as suspeitas.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *