Como previsto China começa a reagir à estupidez de Bolsonaro e pode arruinar o agronegócio brasileiro.

Como previsto China começa a reagir à estupidez de Bolsonaro e pode arruinar o agronegócio brasileiro.

Compartilhe

Obviamente, o anúncio do governo chines de importação de soja, não mais do Brasil, mas, da Tanzânia, em novos contratos, é trágico para a economia brasileira, já que a soja é o produto mais exportado pelo agro nacional. Como os EUA também são um dos maiores produtores de gêneros agrícolas do planeta, é a China que supri o crescimento estrondoso do agro brasileiro, nos últimos 20 anos.

O que o país asiático, hoje com economia equiparável a dos EUA, está fazendo é diversificar seu leque de importação, como forma de resistir ao impacto de uma guerra econômica que um presidente imbecil colocou o Brasil, como pau-mandado de Trump. No texto “A primavera já começou e os girassóis florescem de São Paulo. a questão do isolamento diplomático é abordado como refletindo no isolamento econômico. O quadro que se desenha é de acirramento da crise econômica e como dito, a dificuldade poderá ser didática, nas próximas eleições.

A soja é o grão mais exportado do país, representando 10% da exportação nacional, chegando a quase US$ 10 bilhões (R$ 57 bilhões). É um desastre sem tamanho.

Compartilhe

One thought on “Como previsto China começa a reagir à estupidez de Bolsonaro e pode arruinar o agronegócio brasileiro.

  1. Reply
    Roberto
    novembro 2, 2020 at 12:00 am

    E alguns imbecis ainda defende esse governo de miliciano que governa um país especialmente para sua família, governo sem projetos e ainda come na mão do Tramp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: