Agora, Olavo de Carvalho reclama do sectarismo bolsonarista

Agora, Olavo de Carvalho reclama do sectarismo bolsonarista

Compartilhe

Esmael Morais: Olavo de Carvalho e Jair Bolsonaro.

O guru do bolsonarsimo, Olavo de Carvalho, reclamou do sectarismo como os bolsonarsitas tratam possíveis aliados. Segundo Olavo, não existe meio termo.

Ele escreveu: “Parece que diante do Bolsonaro só há duas atitudes possíveis: culto integral ou ódio implacável. Qualquer tentativa de meio-termo é condenada como disfarce de uma dessas duas coisas.”

Mas esse jeito raivoso de tocar a vida política é incentivado por gente tipo ele mesmo, o Olavo. Então não há motivo para reclamar, ou há?

Ele mesmo não dá um refresco. Vejam essa outra postagem: “O Brasil parece mesmo condenado a saltar da ditadura comunista para a ditadura militar e vice-versa. Democracia de verdade, que é bão, nem cagando. “

Ora, quem não vê meio termo em governos como Sarney, Itamar, Fernando Henrique, Lula e Dilma, não está disposto a enxergar nada.

Que ele adora uma frase de efeito, isso já é sabido. Um palavrão, então, faz o coroa delirar. Mas lucidez é escassa.

“Tal como fizeram em 1964, os generais só reagirão contra o comunismo se isso for um meio de aumentar o poder DELES. Excluída essa hipótese, A PÁTRIA QUE SE FODA.”

Ora, Olavo, com tudo isso de militar no governo, o vice, uma penca de ministros… Só não fazem se não querem. Assim como Bolsonaro está fazendo o que quer: Ferrar o povo!

 

Compartilhe