Nova Iguaçu-RJ tem dois candidatos a vereador assassinados, em menos de 15 dias.

Nova Iguaçu-RJ tem dois candidatos a vereador assassinados, em menos de 15 dias.

Compartilhe

Domingos Barbosa Cabral, de 57 anos, foi assassinado a tiros, na cidade de Nova Iguaçu, onde era candidato a vareador pelo DEM. Domingos era suplente no atual mandato, pelo PHS.

O candidato a vereador foi alvejado por diversos disparos, realizados por homens com toucas ninjas, por volta das 18h30 de ontem, enquanto estava num bar. Domingão, como era conhecido na região, chegou a ser encaminhado para a UPA de Cabuçu, porém não resistiu aos ferimentos.

Em Julho deste ano, Domingos foi preso em operação que o ligou a ação de milicianos, na Baixada Fluminense. Na ocasião, o candidato foi encontrado com uma pistola 9mm e um carregador. Também esteve envolvido em casos de extorsão, como demonstra a certidão fornecida ao TRE. Extorsão é uma prática muito comum entre milicianos.

Dois candidatos mortos em menos de 15 dias.

No dia 1º de outubro, Mauro Miranda da Rocha, de 41 anos, também candidato a vereador em Nova Iguaçu, pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), foi morto a tiros no Bairro Rancho Fundo. O político levou tiros na cabeça, braço e peito. Ele ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na chegada ao Hospital Geral de Nova Iguaçu.

*Informações do Extra.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *