PM bolsonarista que posava com armas é vítima do próprio marido, que teria suicidado em seguida.

PM bolsonarista que posava com armas é vítima do próprio marido, que teria suicidado em seguida.

Compartilhe

A Policial Militar da cidade de Ibotirana, na Bahia, Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, que posava com fotos de armas e defendia efusivamente o direito a posse e o voto em Bolsonaro, foi vítima do que sempre defendeu, a arma.

Lamentavelmente e tragicamente, foi vítima de feminicídio pelo próprio marido, Edson Salvador Ferreira e Carvalho, teria assassinado a influenciadora digital e cometido suicídio, em seguida.

Em uma das publicações, de 8 de abril deste ano, a PM comenta sobre o aumento da violência contra a mulher na pandemia. “As vezes a vítima não pode falar abertamente”, escreve. “Por causa do isolamento em decorrência da pandemia, a violência contra a mulher aumentou! Denunciem”, continua.

A posse de armas em casa pode levar, em caso de uma briga, a que se perca a cabeça e utilize a arma como objeto dessa discussão, levando ao assassinato, que não ocorreria, caso as pessoas tivessem o tempo para se acalmarem. O suicídio subsequente é um indício de arrependimento claro de um ato que poderia ter sido evitado, caso não houvesse a presença de armas na proximidade. É nesse sentido que a posse de arma não pode ser encarada como um direito, mas, como uma ameaça à civilidade.

Compartilhe

6 thoughts on “PM bolsonarista que posava com armas é vítima do próprio marido, que teria suicidado em seguida.

  1. Reply
    FERNANDO ZORATTO DE PORTO ALEGRE - RGS.
    outubro 6, 2020 at 4:19 pm

    Triste situação, as mídias tiveram um papel crucial no aumento do fascismo no Brasil, o resultado não poderia ser outro.

    1. Reply
      Leila
      outubro 6, 2020 at 5:32 pm

      Essa gentalha se merece

  2. Reply
    Leila
    outubro 6, 2020 at 5:33 pm

    Essa gentalha se merece. Todos eles que votaram no Bozo deveriam fazer o mesmo.

  3. Reply
    JÚLIO LEMOS
    outubro 6, 2020 at 6:33 pm

    TERIA SUICIDADO OU “SE” SUICIDADO??

    1. Reply
      fabiostrios
      outubro 6, 2020 at 8:05 pm

      Suicídio só é praticado consigo próprio, portanto, se suicidado é redundante.

  4. Reply
    Astrogildo+leal
    outubro 6, 2020 at 11:14 pm

    O “bolsonarismo”, é uma febre que surgiu no Brasil, criada por Generais entreguistas, e pela Grande Mídia, com o objetivo de destruir o Partido dos trabalhadores, e destruir, a ainda precária “Organização dos Trabalhadores”, conseguida nos Governos de Lula e Dilma Rousseff. Destruído o Partido dos Trabalhadores, estará aberto o caminho para aumentar os privilégios da nossa elite econômica. Bolsonarismo é sinônimo de desajustado, desequilibrado. POR UMA PÁTRIA EDUCADORA ! EM 2020 LULA VEM AÍ !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: