Congresso reage mal ao fim do Renda Brasil e articula ampliar o Bolsa Família.

Congresso reage mal ao fim do Renda Brasil e articula ampliar o Bolsa Família.

Compartilhe

Após Bolsonaro afirmar que está proibido falar em Renda Brasil em seu governo, demonstrando total incompetência da área de economia do governo, o congresso reagiu mal à fala do presidente. Como resultado, ala mais progressista do congresso começou a discutir um projeto proposto há anos, pelo então senador Eduardo Suplicy, a renda básica.

O projeto discutido ampliaria por força de lei, o Bolsa Família e obrigaria o governo a pagar o socorro a famílias mais pobres, em um momento crítico da economia brasileira. Se aprovado, seriam mais de 14 milhões de pessoas incluídas no programa, além dos que já constam no atual Bolsa Família.

Líder do PSB na Câmara, o deputado Alessandro Molon (RJ) afirma que o partido deve apresentar um novo projeto para criar essa renda.

“Renda mínima ou básica, o que não quer dizer universal”, afirmou. “Ou seja, nem todo mundo receberá, apenas uma parte da população, que necessite. Que parte é essa, a gente vai decidir.”

O valor do novo renda mínima ainda não foi definido.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *