Igreja Universal foi usada para lavar dinheiro por Crivella, afirma o Ministério Público.

Igreja Universal foi usada para lavar dinheiro por Crivella, afirma o Ministério Público.

Compartilhe

O Ministério Público do Rio de Janeiro afirma ter encontrado milhões em movimentações suspeitas realizadas pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). O caso estaria ligado ao atual prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, que também é bispo da Igreja do Bispo Edir Macedo.

O relatório do MP-RJ afirma ter encontrado indícios de “bilionárias movimentações atípicas” da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) e afirmou ser “verossímil concluir” que a entidade religiosa está sendo “utilizada como instrumento para lavagem de dinheiro fruto da endêmica corrupção instalada na alta cúpula da administração municipal” do Rio. O prefeito Marcelo Crivella é bispo licenciado da Iurd.

Quem assina o documento de mais de 260 páginas, é o Subprocuradora-geral para assuntos criminais e de direitos humanos do MP-RJ, Ricardo Ribeiro Martins.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *