Celeste Silveira

Produtora Cultural, Pesquisadora, Revisora de textos, Parecerista de projetos culturais e editora do blog parceiro Antropofagista.

2 comentários em “Vaza Jato: Dallagnol tenta montar empresa de palestras para lucrar com a Lava Jato

  • 14/07/2019 em 10:38
    Permalink

    A dupla Dallagnol e Moro só pensa em lucros dois criminosos em potencial,traidores da pátria, a sede de poder e dinheiro são a perdição das pessoas avarentas, Moro como juíz federal tem um ótimo salario, um monte de ajuda de custo e deve receber acima de R$ 200 000 00 por mês,Além de propinas , venda de processos, extorsões.e outras praticas criminosas, Ainda tem o descaramento de aliciar a esposa para ajuda-lo nos crimes colocando-a através do escritório de advogacia que ela é sócia para estabelecer preços para redução de penas e multas com os réus nos processos conduzidos pelo Moro na Lava Jato. A Rosângela Moro também é presidente da APE de Curitiba e existe denuncia contra ela por desvio de dinheiro. Dallagnol como chefe da equipe de procuradores Federais de Curitiba transformou a força tarefa em uma quadrilha praticando os mesmos crimes do chefe Moro e todos estão enriquecendo com a famosa criação anti corrupção denominada Nacionalmente LAVA JATO. Como Moro ele está tentado expandir os negócios atravéz da esposa abrindo empresas de palestra que utilizando o prestigio nacional da Lava Jato para ele Dallagnol e seus asseclas do MPF darem palestras e faturarem alto. Dallanol foi pego tentado fazer aplicações no mercado financeiro no montante de 2.5 bilhões de Dólares que que iriam para conta particular, Esse dinheiro seria desviado de repatriação aos cofres públicos. Uma justiça de verdade estaria exigindo que o Moro explicasse onde estão os bilhões de Reais que desapareceram no processo do BANESTADO que foi conduzido pelo Moro e ninguém foi punido nem o Banqueiro ,mas dinheiro sumiu.

    Resposta
  • 14/07/2019 em 11:01
    Permalink

    Definitivamente – tinha razão Charles de Gaulle, numa visita que fez ao nosso país quando disse – “Le Brésil n’est pas un pays sérieux” ( O Brasil não é um país sério.).
    O judiciário definitivamente encontra-se maculado, carente de gente séria e preparada.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: