Celeste Silveira

Produtora Cultural, Pesquisadora, Revisora de textos, Parecerista de projetos culturais e editora do blog parceiro Antropofagista.

3 comentários em “A tentativa fascista de intimidar Glenn Greenwald em Paraty veio da chocadeira de Moro

  • 13/07/2019 em 10:22
    Permalink

    Quem defende Sérgio Moro e Dallagnol ´dois traidores da pátria é tão canalha quanto eles Trair a pátria é crime hediondo e esses canalhas vão as ruas fazendo badernas para defender canalhas , corruptos e ladrões

    Resposta
  • 13/07/2019 em 11:27
    Permalink

    A situação de Moro e Deltan Dallagnol está insustentável e, agora, envolvendo um Desembargador do TRF-4 do Paraná, logo o João Pedro Gebran Neto, que foi o Relator do Recurso do ex-Presidente Lula, que, além de manter a condenação do ex-presidente, ainda aumentou a pena para 12 anos e um mês de prisão, determinando o cumprimento da pena em regime fechado, fica cada vez mais patente que essa turma do mal, não pára de cometer crimes! As revelações do site “The Intercept Brasil”, mostrando o conluio entre o ex-juiz Sérgio Moro, Deltan Dellagnol e demais procuradores da Lava Jato e, agora, o Desembargador Gebran sob suspeita, para condenar Lula sem provas, comprovam a existência de uma “conspiração política” contra o ex-presidente Lula, ficando, portanto, comprovada a parcialidade e a suspeição do ex-juiz Sério Moro e do Desembargador João Pedro Gebran Neto no julgamento de Lula. “O Supremo Tribunal Federal tem agora o dever de retirar todas as consequências destas gravíssimas irregularidades que conduziram a uma condenação injusta e ilegal e, consequentemente, libertar Lula e anular a sua condenação”. “A corrupção é tão importante quanto a democracia e o Estado de Direito. “Mas no caso de Lula, ela foi usada para alimentar estratégias que o eliminassem do jogo político, a fim de permitir que Bolsonaro chegasse ao poder e, em seguida, ‘recompensasse’ Sérgio Moro, nomeando-o ministro da Justiça”, utilizando-se de “lawfare”, que é a manipulação das leis e dos procedimentos jurídicos para fins de perseguição política. É o uso indevido do Direito contra inimigos, objetivando a condenação e a prisão de Lula, mesmo sem prova, com respaldo do Departamento de Justiça norte-americano que os orientou para tirar Lula da corrida presidencial para que ele não fosse eleito Presidente da República. Essa gente deveria ser exonerada de seus cargos a bem do Serviço Público. As máscaras de Moro, Deltan Dallagnol e sua trupe, caíram! Foi necessário chegar aqui, no país do carnaval, um renomado, corajoso e o maior jornalista do mundo, o norte-americano, Green Glennwald, para denunciar o escândalo da Lava Jato, desferindo golpes fulminantes nessa corja de bandidos, através do site “The Intercept Brasil”, do qual é cofundador; desbaratar e acabar com a farra, e a farsa dessa quadrilha que está à frente da Lava Jato, deixando-a de joelhos. Acabou! Caiu a máscara dos algozes e perseguidores de Lula! A vida é assim: “Aqui se faz, aqui se paga!” “Quem com grampo fere, com grampo, será ferido!” É a lei do retorno. Cadeia pra essa corja! Parabéns, Green Glennwald! “In Lula we trust!” #LulaLivre #LulaPresoPolítico #LulaPerseguidopelaJustiça #LulaCondenadoSemProva #LulaInocente (Poeta nordestino, de Sousa, no Sertão da Paraíba)😂😂🤣🤣😎🤩✊

    Resposta
  • 14/07/2019 em 21:12
    Permalink

    Peço autorização para Antonio Ubirajara da Silva para copiar e colar seu comentário para publicar em meu facebook.

    Resposta

Deixe uma resposta para Antonio Ubirajara da Silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: