Carlos Henrique

Músico, compositor, bandolinista e pesquisador da música brasileira. Autor do premiado álbum duplo e pesquisa, Vale dos Tambores.

4 comentários em “TCHAU QUERIDO! Por Carlos Henrique.

  • 16/08/2018 em 20:36
    Permalink

    Sera que no caso do Sítio de Atibaia com essa decisão vai ajudar o Ex Presidente Lula?

    Resposta
  • 03/09/2018 em 20:30
    Permalink

    Acho que o senhor é partidário; pois acredito sim que lula mereceu ser preso e até que me provem que ele não tem culpa; ele teve sim participação no lava jato e por isso merece pagar pelo o que fez aos cofres publico.

    Resposta
    • 04/09/2018 em 02:28
      Permalink

      Infelizmente o seu cometário dá a Lula o motivo justo para ser solto. Afinal, não é o réu que prova a sua inocência mas, o acusador que prova a culpa. Portanto, não é uma questão de “Eu acho”, é uma questão de provas, por isso a ONU decidiu a favor do ex-presidente. E para sua tristeza, não sou partidário, nem filiado a partido algum.

      A questão é, não existe imparcialidade no mundo, por que simplesmente o escritor ou jornalista está inserido no contexto. Ah! Seu cometário também é partidário afinal, viver é tomar partido.

  • 14/09/2018 em 18:08
    Permalink

    Tem que ter uma grande falta de capacidade intelectual pra não perceber o absurdo que é alguém – que já demonstrou pro mundo que não é estúpido, nem burro- que ganha R$300.000,00 em palestras pelo mundo se envolver em corrupção por tão pouco como sítio de Atibaia e Triplex ou uma simples reforminha no apto. Portanto, esses imóveis nem se prestam para a mais fraca das evidências.
    Todos são inocentes, até prova ao contrário. Mas no caso de Lula a regra a inversa.
    Ninguém é considerado culpado, senão após o trânsito em julgado da sentença penal. Mas no caso de Lula não se aplica a regra.
    A prisão ilegal será imediatamente relaxada pela autoridade judiciária. Mas o Lula ainda sendo inocente, continua preso.
    ninguém será privado da liberdade ou de seus bens sem o devido processo legal. Mas no caso de Lula, não se aplica, podendo um juiz de primeiro grau em férias, determinar a prisão do Lula, contra a decisão de desembargador que no legítimo exercício da função determinou a sua libertação.
    Estamos em estado de exceção, onde todas as regras e princípios podem violados, toda doutrina de direito descartada, tudo em benefício de uma burguesia que carrega o ódio, não de Lula, mas do pobre, do negro, do índio, do homossexual e das mulheres. Um ódio que remonta as épocas da escravidão.

    Resposta

Deixe uma resposta para sabrina Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: