Olimpíada Brasileira de Matemática corre risco de deixar de existir.

O Instituto Brasileiro de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) teve um corte de orçamento por parte do governo ilegítimo de Michel Temer. Os cortes somaram mais de 30% para 2017 e, além do corte desse ano, está previsto o corte de mais 50% nas verbas do instituto.


Com esse corte, o IMPA não terá recursos para realizar a Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP). Caso não ocorra, será um vexame internacional, dado que o primeiro prêmio “Nobel” (Medalha Fields) do Brasil, foi justamente em Matemática Pura e Aplicada.

 “Não é possível fazer a Olimpíada de Matemática com esse tipo de corte. Nós somos o país que ganhou a Medalha Fields, a maior premiação da Matemática, o IMPA é um instituto que está envolvido em projetos de alto impacto social, como a Olimpíada da Matemática.” manifestou o IMPA em nota.

A OBMEP é o principal evento nacional escolar é ocorre desde 2005, contando com a participação de 99,5% dos estudantes das escolas públicas. Para se ter uma ideia, a Olimpíada de Matemática é considerada umas das provas mais baratas do mundo, com um custo de R$ 3,00 por aluno, comparado ao ENEM, que custa R$ 91,00 por aluno, o gasto para sua realização é irrisório. Com um orçamento deste, não há mais onde cortar no orçamento da OBMEP.

Leia Também:   Governo gasta R$ 20 milhões para defender reformas na mídia

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com