Ministros do TCU que julgarão Joesley, passaram final de semana em sua ilha, em Angra-RJ.

Os ministros Vital do Rego e Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), que analisarão as contas da empresa de Joesley Batista, sobre empréstimo de mais de R$ 10 milhões ao grupo J&F, passaram final de semana na Ilha de Joesley, em Angra dos Reis, litoral sul do Rio de Janeiro.


Para complicar mais ainda, o ministro Vital do Rego foi citado na delação da JBS, como tendo recebido propina, no valor de R$ 8 milhões. O grupo JBS é parte do grupo J&F. Os ministros citados, foram os mesmos que reprovaram as contas de Dilma e serviram de argumentação para o golpe de 2016.

Leia Também:   Reforma da Previdência sobe no telhado. Maia afirma que estão muito distantes de 308 votos. 

Os “passeios” aconteceram em 2016, no mesmo período em que o TCU analisava uma transação da empresa de Joesley e o BNDES, que levou ao prejuízo de R$ 300 milhões aos cofres públicos. A viagem dos dois ministros contou com a presença de suas esposas e o translado até a ilha, em um embarcação de mais 30 metros, do empresário da família Batista.

Vital do Rego é alvo de dois inquéritos paralisados no Supremo Tribunal Federal (STF). Um de 2016, que apura o suborno por parte da empreiteira UTC em 2014, investigado da CPMI da Petrobrás. Vital era senador pelo PMDB e cobrava propina para não convocar empreiteiros. O outro, está relacionado ao caso da Odebrecht na Lava Jato e é de abril deste ano. Vital do Rego teria recebido o valor de R$ 300 mil, por determinação de Sérgio Machado, presidente da Transpetro.

Leia Também:   TRF-4 NEGA ABSOLVIÇÃO POR MORTE A DONA MARISA LETÍCIA: A perseguição a Lula toma contornos insanos.

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 15 =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com