Temer governa arbitrariamente por Medidas Provisórias, assim como ditadores por decreto.

Nesse curto espaço de tempo, o presidente ilegítimo Michel Temer, já enviou 78 Medidas Provisórias ao congresso. A sua medida é de 1 MP para cada 6,64 dias.


Diversas reformas foram efetuadas de forma automática, uma delas foi a reforma da educação, sem qualquer debate com educadores e acadêmicos. A medida provisória evita a tramitação de uma lei pelo congresso, que garante longo debate na sociedade e no congresso sobre as medidas tomadas, ou reforma. Assim, uma MP, simplesmente põe em ação uma medida no momento de sua edição, com validade de três meses. Passada sua validade, o congresso tem a obrigação de votá-la definitivamente, passando a frente de todas as outras votações e necessita apenas da maioria dos presentes, havendo quorum.

Leia Também:   O GOLPE E A DEPRESSÃO: O custo do dinheiro e o valor da inércia.

O caráter autoritário do governo Temer é a natureza de seu pensamento e por não ouvir a população e se manter aquartelado no palácio, tem a pior avaliação da história. Por não agir no convencimento, mas na imposição por interesses próprios e compra escancarada de votos por emendas parlamentares, realiza o pior governo da história do Brasil, conseguindo um feito dificílimo, ser pior que Fernando Henrique Cardoso. Chegando a ponto, de extinguir uma reserva estratégica do país, a RENCA, por decreto, o que não se via desde a ditadura militar. Uma lástima.

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 − 3 =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com