DÓRIA E ALCKMIN BEIJAM A MÃO DE MALAFAIA POR APOIO NAS ELEIÇÕES DE 2018: Pastor radical é conhecido por apoio incondicional a Eduardo Cunha

Símbolo maior do conservadorismo reacionário das igrejas neo-pentecostais, Malafaia recebeu hoje, para uma cerimônia de “beija-mãos”, os pretensos candidatos a presidência pelo PSDB, João Dória e Geraldo Alckmin. Malafaia, com o mesmo discurso moralista e radical, definiu que sua igreja não negociará quanto ao que chama de ideologia de gênero.


“Quem quiser fazer graça na eleição para o politicamente correto, para a ideologia de gênero, casamento gay, legalização das drogas e aborto, vai embora, segue seu caminho”, afirmou Malafaia em evento na zona norte da capital paulista que reuniu lideres evangélicos. “Não vamos negociar nossos valores. Não vamos negociar em nenhuma eleição”, acrescentou o pastor, que classificou a ideologia de gênero como uma “engenharia do diabo feita para destruir famílias”. Ele foi bastante aplaudido pelos presentes nos momentos em que defendeu os “valores da família”.

Já Alckmin, o candidato natural do PSDB à presidência, adotou um discurso mais conciliador. Evitou atacar qualquer partido ou visão política.

“Nós precisamos nos inspirar na igreja. Nos momentos conturbados, a igreja é nosso porto seguro. Precisamos deixar essa divisão de nós contra eles para nos unir em torno de valores. Uma casa dividida não caminha”, afirmou o governador, que também destacou a importância da indústria gospel na geração de empregos e o papel social das igrejas evangélicas.

Já Dória, adotou um discurso mais protocolar, visivelmente constrangido.

Leia Também:   MANIFESTAÇÃO EM SP: MTST LEVA 30 MIL PESSOAS À PAULISTA

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × quatro =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com