VOTO DISTRITAL MISTO APROVADO PARA 2022: Renovação parcial da câmara fica pra 22, até lá permanece a oligarquia.

Requerimento de Orlando Silva do PCdoB, que muda o modelo eleitoral de Distrital em 2018, para Distrital Misto a partir de 2022, é aceito pela comissão da Reforma Política. Com isso, a renovação parcial da Câmara dos Deputados fica adiada para o mandado que inicia em 2023.


No modelo Distrital Misto, as vagas são divididas 50% para votos diretos em que são eleitos os mais votados e 50% para lista fechada dos partidos. Com isso, o eleitor votará duas vezes para deputado. A primeira no candidato no modelo Distrital e a segunda no partido para ocupar 50% das vagas no modelo de lista fechada.

Com isso, mesmo que parcialmente, a renovação da câmara e a representação de minorias ficaria parcialmente garantida. Porém, o sistema misto continuará a contribuir para permanecia de uma oligarquia patronal de caciques locais e voto de cabresto.

Leia Também:   FUNARO: Cunha recebeu R$ 1 milhão para "comprar" votos do impeachment.

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 5 =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com