TEMER CANCELA AUMENTO DE SERVIDORES FEDERAIS ATÉ 2019

A conta da compra dos Deputados para barrar a denúncia contra Temer, agora cobra a conta dos funcionários públicos federais, em especial do executivo. Visando somente a economia de R$ 9,7 bilhões de reais, o governo interino impacta diretamente e negativamente a arrecadação futura de impostos, uma vez que compromete o consumo.


São funcionários federais do executivo, professores de universidades federais, educadores de institutos federais de ensino técnico, professores de escolas federais, médicos de instituições federais, entre outros. É o reflexo consequentemente de diversos funcionários públicos federais que apoiaram o golpe de estado, dando voz ao ódio disseminado contra a presidente eleita Dilma Rousseff.

Leia Também:   ALDO REBELO CONFIRMA DESFILIAÇÃO DO PCdoB

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com