FACHIN NEGA INCLUSÃO DE TEMER NO INQUÉRITO DO “QUADRILHÃO”.

O que poderia se tornar a terceira denúncia contra Temer, a ser votada na Câmara dos Deputados, acaba de perder o nome do presidente interino. Dessa maneira, ao negar a inclusão do nome de Michel Temer no inquérito do “QUADRILHÃO”, que investiga a formação de quadrilha por parte de deputados do PMDB, inviabiliza uma terceira denúncia.


A alegação do Ministro do STF responsável pela Lava Jato na esfera federal, Edson Fachin, é de que o crime em questão ao qual Temer é investigado, já consta em outro inquérito.

O Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, que lidera as investigações, declarou:

“Eu continuo minha investigação dizendo que enquanto houver bambu, lá vai flecha. Meu mandato vai até 17 de setembro. Até lá não vou deixar de praticar ato de ofício porque isso se chama prevaricação”, disse Janot na entrevista.

Leia Também:   Ministros do TCU que julgarão Joesley, passaram final de semana em sua ilha, em Angra-RJ.

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + dois =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com