9 EM CADA 10 ASSASSINADOS PELA POLÍCIA, SÃO NEGROS: PMs negros matando negros, por uma guerra de brancos.

A matéria divulgada pelo UOL notícias, de autoria de Paula Bianchi, levanta questões que vão bem além da segurança pública. Quando o percentual de negros assassinados pela polícia ultrapassa 90%, a questão é social e “racial”. A pergunta primordial a ser feita é: Por que os negros?


Numa sociedade em que um pediatra é capaz de pedir o fim do Bolsa Família, programa que atinge em 70% crianças em estado de subnutrição, não é de espantar, que se deseje a morte simples aos que são chamados de “marginais”. A sociedade essencialmente branca da classe média e rica, age como num apartheid silencioso. Aliás, as taxas de homicídios nos guetos sulafricanos eram inferiores aos atuais no Brasil.

Leia Também:   CASO DA ESCOLA DE GOIAS É UM ALERTA PARA NÃO LIBERAÇÃO DO PORTE DE ARMAS.

Muito além do extermínio do negro pobre, está a morte pelo ódio de policiais igualmente negros e pardos. O que deveria estar no centro da discussão, é a doutrinação cega e paramilitar da PM. A realização radical do inimigo e da guerra urbana, em retóricas militares somente vistas em exércitos sionistas ou dos EUA, que resultam em “assassinatos de cor”.

Carolina Maria de Jesus, em seu livro best seller da década de 70, disse em outras palavras e com sabedoria: As guerras são objeto de ricos, para que pobres se destruam em nome dos problemas dos brancos ricos. 

Categoricamente e com a autoridade de ser a primeira “favelada” a publicar um livro diário de sua agonia, Carolina, mesmo perseguida na ditadura, é certeira e define com perfeição a situação atual. PM negros e pobres, matando outros negros e pobres massacrados por uma sociedade pequena em tamanho e espírito, que massacra ambos. Porém, apenas os PMs não enxergam o que está sobre seus ombros.

Leia Também:   CASO DA ESCOLA DE GOIAS É UM ALERTA PARA NÃO LIBERAÇÃO DO PORTE DE ARMAS.

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × três =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com