SEIS DERROTAS DE AÉCIO EM UMA SEMANA QUE INDICAM POSSÍVEL PRISÃO DO SENADOR.

Após a divulgação das gravações de Joesley Batista que praticamente encerraram a carreira política do senador afastado Aécio Neves, começou uma corrida da defesa para evitar estragos ainda maiores. Na tentativa de estancar a sangria, diversos recursos foram impetrados no STF (Supremo Tribunal Federal) buscando amenizar o julgamento e até mesmo, a troca do relator do processo para um juiz “amigo”. Até aqui, após o pedido de dissociação do processo do senador com a JBS, nenhuma vitória nem na justiça, nem em seu partido foi conseguida. Pior, foram seis derrotas em uma semana, dos quais cinco ocorreram em apenas 72 horas. Veja:


1. PSDB deve retirá-lo da presidência nacional do partido.

Leia Também:   BOLSONARO É RECEBIDO COM OVOS EM RIBEIRÃO PRETO

   A briga interna de cassiques do PMDB prosseguiu ainda mais voraz após o derretimento do grupo mineiro, ao qual Aécio era a principal liderança. Geral Alckmin partiu com força para a tomada do partido sem nenhuma trégua aproveitando a vulnerabilidade de seu principal oponente. Como bem disse Machado de Assis em seu personagem Quincas Borba, “ao vencedor as batatas”. Alckmin deseja cegamente ser candidato à presidência em 2018.

2. Andrea Neves não conseguiu habeas corpus.

A primeira turma do Supremo decidiu manter sua irmã presa, na última terça-feira, com a alegação de que sua liberdade possibilitaria a obstrução da justiça.

3. STF não adiou o julgamento de sua prisão.

Leia Também:   GILMAR MENDES LIBERTA MAIS QUATRO LIGADOS A JACOB BARATA

A primeira turma do STF também manteve para a próxima terça-feira, dia 20 de junho, o julgamento do senador afastado para a decisão do pedido de prisão.

4. Fred, o primo de Aécio, devolveu o dinheiro da propina.

Ainda na terça-feira passada, Fred, o primo que Aécio disse que mataria antes de uma possível delação, devolveu a mala de dinheiro da propina recebida pelo senador afastado. Essa situação complica ainda mais a situação de Aécio, dado que seria o reconhecimento de culpa. Se não houvesse ilícito, não haveria o que devolver.

5. Senado cortou parte do salário de Aécio.

Na quarta, o Sendo decidiu cortar grande parte do salário do senador tucano afastado. Além das verbas extras e da parte variável do salário, Aécio também perdeu o automóvel oficial.

Leia Também:   DISTRITÃO PERDE APOIO E REFORMA POLÍTICA TEM VOTAÇÃO ADIADA NO PLENÁRIO DA CÂMARA

6. O Marco Aurélio Mello decidiu que a prisão de Aécio não será julgada no pleno do supremo.

Como ultima ação, a defesa do senador Aécio Neves tentou levar o julgamento de sua prisão para o pleno do STF. A decisão pelo pedido se deu após a derrota do pedido de Habeas Corpus de sua irmã por 4 a 3. No plenário do STF, Aécio contaria com 4 votos dos 11 a seu favor já de início. O relator do processo Marco Aurélio Mello negou o pedido, que deve ser julgado na primeira turma, como sua irmã.

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 8 =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com