Planalto Confia Que Se Jannot Oferecer Denúncia Contra Temer Ela Será Barrada na Câmara

A expectativa é de que Jannot denuncie Temer,  em razão da gravação de sua conversa com Joesley Batista, já na próxima semana. A estratégia do Planalto é de que a denúncia seja rapidamente votada pois, com maioria na base, acredita que facilmente obterá 172 votos a favor de Temer  impedindo que se instaure a investigação. Rodrigo Maia, já se posicionou dizendo que a votação da denúncia será pauta prioritária.
Caso Jannot denuncie Temer durante o recesso parlamentar (entre 17 e 31 de julho), a Câmara, cuja autorização para a investigação do presidente é necessária, interromperá a paralisação para votar. O argumento falacioso que visa justificar o açodamento em barrar a denúncia é de que esta trará “prejuízos à economia” uma vez que  acontecimento de tal monta envolvendo o presidente não deve acontecer  a menos que  existam “bases sólidas e provas factíveis que justifiquem uma atitude desta magnitude.”
Aí perguntamos: o que será que os golpistas aliados entendem por “bases sólidas”, “provas factíveis” (foram  expressões do Dep. Marun (PMDB)? Eles não se preocuparam em obtê-las quando armaram a encenação do impeachment.
Fonte: Congresso em Foco
Leia Também:   DÓRIA VAI "COMPLEMENTAR" MERENDA ESCOLAR COM O LIXO PROCESSADO (Farinata)

Christina Alkmim

Humannista. Advogada. Família e Sucessões; Responsabilidade Civil. Especialista em Psicologia Jurídica. Psicanálise Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 2 =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com