JUIZA QUE NEGOU HABEAS CORPUS AOS MANIFESTANTES DA GREVE GERAL ESTÁ LIGADA AO MBL

Na manhã do dia 28/04, dia da Greve Geral, seis manifestantes ligados ao MTST foram presos na Radial Leste, em São Paulo. Três deles permaneceram presos e houve a tentativa de enquadrá-los na lei anti-terrorismo e foram enquadrados em associação para o crime. Sem provas, restou apenas a palavra dos PMs. O Habeas Corpus é um direito constitucional e que só é negado em estado de exceção. O MTST emitiu o seguinte informativo em sua página do Facebook.


Juíza Marcela Filus, que determinou prisão dos 3 ativistas do MTST na Greve, é frequentadora de atos do MBL e Vem Pra Rua e ataca movimentos sociais em suas redes. 

Uma das ações de apoio aos movimentos antagônicos ao MTST teve assinatura da juíza e divulgação em sua página pessoal em rede social. É importante ressaltar que em casos como esse, o juiz tem o dever de se declarar incapaz de emitir julgamento.

Leia Também:   GILMAR MENDES É O RELATOR DO HÁBEAS CORPUS DE JOESLEY

Fábio St Rios

Cientista da Computação, Engenheiro de Software, Programador Senior, Profissional da Segurança de Dados e Estudante de História.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 3 =

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com